segunda-feira, 11 de março de 2013

98,5% dos jovens em cumprimento de medida socioeducativa em Minas estão estudando.



ericka_santa_clara_626_mini.jpgO Sistema Socioeducativo de Minas Gerais fechou o ano de 2012 com balanço positivo em relação ao número de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação matriculados em escola formal e em cursos profissionalizantes. O percentual de jovens estudando foi de 98,5% no ano passado. Já entre os jovens participantes de oficinas de formação básica voltadas para o mercado de trabalho, o índice chegou a 54,2%. Além disso, 90,7% dos adolescentes em internação provisória tiveram acompanhamento pedagógico, com aulas de reforço para evitar a defasagem escolar no período do cumprimento da medida.
 
Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (27.02), durante a 1ª Plenária da Gestão do Sistema Socioeducativo (GEDUC), realizada pela Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (Suase), da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). O evento foi realizado no auditório do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, localizado na Avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte.
De acordo com a subsecretária de Atendimento às Medidas Socioeducativas, Camila Silva Nicácio, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) preconiza que o adolescente tenha acesso à educação e os resultados mostram que a subsecretaria está cumprindo essa determinação. “Existem eixos de medidas necessários de serem cumpridos e a Suase tem como objetivo buscar a excelência em cada um” destacou.  

Os índices de acompanhamento das unidades de semiliberdade também tiveram resultados expressivos, sendo 91,7% dos jovens estudando e 43,2% em atividades de formação profissional. Cursos de culinária e informática foram algumas das modalidades oferecidas pela Subsecretaria em parceria com Organizações não governamentais, como as ONG´s Mudança Já, Valorizar, Divina Providência, com o Serviço Nacional do Comércio (Senac) e pela iniciativa das unidades socioeducativas em articular outros parceiros. “O nosso desafio de fazer a inclusão dos adolescentes na formação profissional continua em 2013 e esperamos também obter resultados significativos como os apresentados hoje”, destacou a superintendente da Gestão de Medidas de Meio Aberto e Semiliberdade, Erika Vinhal.

Gestão do Sistema Socioeducativo

A Gestão do Sistema Socioeducativo (Geduc) é uma metodologia de gerenciamento e trabalho baseada na Gestão por Resultados criada pela Suase em 2008. As plenárias acontecem três vezes por ano e têm como objetivo o planejamento das ações e metas focadas na melhoria do atendimento ao adolescente autor de ato infracional. Entre os indicadores estabelecidos estão o acompanhamento de escolarização, participação em oficinas e realização de atividades externas pelos jovens.

Fonte: www.seds.mg.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário